XIII RCC Maranhão 2019

A Reunião Brasileira de Classificação e Correlação de Solos (RCC)

A Reunião Brasileira de Classificação e Correlação de Solos (RCC) é um importante evento técnico-científico promovido pela Sociedade Brasileira de Ciência do Solo (SBCS) que acontece a cada dois anos em um Estado da Federação Brasileira, com o objetivo principal de promover a validação e aprimoramento do Sistema Brasileiro de Classificação de Solos (SiBCS) e dar suporte às pesquisas na área de solos na região de abrangência da RCC, através da observação in loco de diversos perfis de solo de uma determinada região/estado.

Além do propósito geral de subsidiar o desenvolvimento do SiBCS, constituem objetivos complementares das RCC's: o conhecimento de novos pedoambientes; a unificação de normas e critérios empregados para a descrição de perfis, classificação de solos e interpretação de levantamentos pedológicos; o aprimoramento das determinações analíticas; discussão sobre as questões referentes à aptidão agrícola dos solos, suas potencialidades e limitações; e a ampliação do relacionamento entre empresas governamentais e privadas e entre técnicos e pesquisadores da área de ciências do solo, estimulando a formação de novos grupos de pesquisa e fortalecendo os já existentes.

Estruturadas para acontecerem de forma itinerante ao longo de uma semana, durante a qual são percorridos os principais pedoambientes de um determinado Estado, as RCC's se diferem das demais reuniões e/ou congressos por uma dinâmica própria com práticas de campo, das quais participam especialistas, técnicos, professores e pesquisadores que atuam, sobretudo, nas áreas de Gênese e Morfologia do Solo, Levantamento e Classificação do Solo e Pedometria.

A XIII RCC - Maranhão 2019

Com 331.937,450 km² de área total, o Maranhão apresenta grande diversidade de ecossistemas que incluem desde floresta amazônica, mata dos cocais, cerrados, campos inundáveis, restingas, manguezais e até caatinga. Tal diversidade resulta não apenas da variação climática que ocorre no território maranhense, localizado na transição entre a região semiárida nordestina e a região amazônica, mas também devido à variação do embasamento rochoso, que apesar de dominantemente constituído por rochas sedimentares, engloba também derrames basálticos e rochas cristalinas, o que aliado às variações do relevo resulta na grande variabilidade dos solos.

Durante a XIII RCC - Maranhão 2019, que acontecerá entre os dias 19 e 26 de outubro de 2019, serão observados perfis de solos nos municípios de Campestre do Maranhão, Carolina, Balsas, São Raimundo das Mangabeiras, Paraibano, Presidente Dutra, Dom Pedro, São Mateus do Maranhão, Igarapé do Meio, Vitória do Mearim, Itapecuru-Mirim, Bacabeira, Morros, Icatu e São Luís.